Uma Família Azul

12784479_10206855236637084_607807041_n

Foram mais de 30 anos de dedicação familiar, 20 anos eu e o meu irmão, envergando esta camisola como atletas (eu ligado ao futebol e o meu irmão, que foi Vice-Campeão Junior pelo clube, em Andebol). Durante 12 anos o meu pai foi dirigente e seccionista no Andebol, Vice-Campeão e  Campeão pelo Belenenses. Foi escolhido para fazer parte da organização do mundial de Esperanças em Portugal, em representação do Belenenses, com alguns jogos no pavilhão Acácio Rosa).

Esses factos não nos tornam nem mais nem menos Belenenses que qualquer outro adepto, ou sócio do Belenenses. Quem um dia ama este clube, vai amá-lo para sempre.

O clube FUTEBOL “Os Belenenses”, nasceu e cresceu de uma estirpe de “gente” que não se revia no clube que representava (Benfica) pessoas que tinham valores, que um dia acreditaram que podiam fazer algo de grandioso e dar dimensão ao seu sonho.

E foi esse sonho, que não soubemos cuidar e que nos deve entristecer a todos ao olharmos para nós, subjugados à liderança de alguém que não é um de nós, onde está o nosso orgulho, onde fica o nosso respeito, para quem nos deu uma identidade e o facto de podermos ser diferentes?!

A mola impulsionadora de qualquer clube, é o futebol. Quando o futebol não pertence ao clube FUTEBOL “Os Belenenses” não foram respeitados os propósitos dos seus criadores. Hoje, quando falo de futebol, não o faço com o orgulho que tinha, na época em que o clube geria o futebol e a equipa entrava no estádio. Confesso que muitas vezes não conseguia disfarçar o sentimento na forma de lágrima, é um sentimento único, porque era o meu Belenenses, o nosso Belenenses.

Quando a gestão da SAD não se faz com sentimento e na defesa dos seus valores, rapidamente se cai em descrédito.

À Direção do clube, peço que nos devolva a alegria e o orgulho de ser Belenenses, que devolva o futebol aos seus verdadeiros proprietários – todos os Sócios do clube FUTEBOL “Os Belenenses”.

Vivi muitas alegrias como o facto de quando ainda Junior, ter feito parte da equipa na final da taça de Honra 83/84, ao lado de jogadores como – Djão, Jaime, Jorge Silva, Zé Antonio e tantos outros. Essas alegrias não atenuam a tristeza dos últimos 3 anos.

O meu pai e o meu irmão têm na modalidade que serviram (andebol), o orgulho do clube ter essa modalidade.

Eu estou órfão.

É pena que os sócios não vejam o clube como seu, como vêem a sua casa. O património é dos Sócios. Quando todos tiverem esse sentimento, saberemos cuidar melhor, do que é nosso.

Como é possível alugarmos uma parte da casa e o inquilino fazer obras sem autorização, fazer uma loja e uma secretaria e parece tudo normal. Será que estou a ver mal?! A Direção do clube tem pelo menos de exigir o cumprimento dos contratos assinados.

Como é possível levarmos 11-0 do Benfica e parecer tudo normal, como é possível irmos a Braga recorrentemente e perdermos por 3 ou 4 golos, “é normal”. Esta passividade só é possível porque mesmo os que dão crédito a esta SAD, onde tenho pessoas que considero muito e são grandes Belenenses, no íntimo reconhecem que o futebol não é nosso e não contamos para nada.

Não existe grau de exigência para com a SAD, nem pode existir- não contamos para nada.

A família azul está dividida podemos ter formas diferentes de ver o clube, mas somos da mesma família. Quando assim é – unir é urgente.

Antes de terminar gostava de dizer o seguinte: custa-me muito ver pessoas a serem ofendidas simplesmente porque são apoiantes da SAD e conheço-as minimamente para saber, que aquilo que os move no acompanhamento à equipa é tão só o amor que nutrem pelo Belenenses e não a sandes ou a viagem oferecida pela SAD. Todos eles sofrem e acompanham o Belenenses há muitos anos e posso referir casos concretos, como seja o Sr. Artur Leitão, Tó Carvalho, etc… Portanto, o respeito que temos pelos outros, é aquele que merecemos.

Deixo uma mensagem – Como sempre me ensinaram na vida, quanto mais ouvires o “não”, mais perto estarás do “sim”.

 

Tenho orgulho em ser Belenenses,

 

Carlos Canhoto Fernandes

0

belenenses2019

geral@belenenses2019.com